• Cleber Puerta

Metas Smart: Entenda o que é e como aplicar

É comum que no começo do ano, mês, semana ou dia nós colocamos e anotamos nossas metas e quando não conseguimos cumprir desistimos totalmente daquela meta e terminamos o ano, mês, semana ou dia sem cumprir o que era esperado e com peso na consciência.

O único motivo de não conseguirmos cumprir metas é pelo simples fato de não saber impor metas, utilizar técnicas e ferramentas neurologicamente corretas que são importantes para te ajudar a manter foco e energia suficiente.


Hoje nós vamos falar sobre a Metas Smart que foi desenvolvida nos EUA e estabelece 5 critérios para de metas e objetivos, nos quais, traduzido para o português, se baseiam em: (S) Específico, M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal).


  • (S) Específico: Não basta dizer “Eu quero comprar um carro”, é preciso ter clareza e fazer jus a palavra específico, isto é, diga “Eu vou comprar um Corolla, 2018, preto com banco de couro”. Percebeu que agora você tem tudo mais claro e objetivo? Esse princípio deve estar presente em todas as áreas da sua vida.

  • (M) Mensurável: Sua meta deve ser mensurável, ou seja, significa ter a possibilidade de acompanhar o seu progresso e, ao final, identificar quando ela foi alcançada. Se você quer aumentar as vendas não basta falar que quer aumentar as vendas, imponha a meta de aumentar as vendas em 30%, ainda mais, diga em quais produtos ou serviços você pretende aumentar as vendas.

  • (A) Alcançável: Sua meta deve estar dentro da realidade, não adianta dizer que você dizer que vai comprar um Corolla de R$ 80 mil daqui 3 meses se você sabe que não vai ter todo o dinheiro dentro do prazo. Quando criamos metas impossíveis, nosso cérebro entende que não vamos conquistar tornando e meta neurologicamente incorreta.

  • (R) Relevante: Nós já sabemos que a meta deve ser objetiva e para que ela seja relevante você se fazer a seguinte pergunta: Por que essa meta é importante? Isso porque há uma grande relação entre relevância e motivação, isto é, se a meta não for relevante você não terá vontade de conquistá-la.

  • (T) Temporal: Para que sua meta seja neurologicamente correta é necessário estipular prazos. Você já tem uma meta específica, mensurável, alcançavel e relevante agora você só precisa colocar uma data para que ela seja alcançada. Isso é necessário porque o ser humano tem o hábito de procrastinar, melhor dizendo, nós “deixamos tudo para amanhã” e quando isso acontece atrapalha todo o processo. Aconselho que você monte um cronograma com prazos para o cunprimento das tarefas, claro que ele deve ser passível de ajustes, mas é necessário ter tudo sob controle.

Exemplo da prática das Metas Smart:

Ampliar em 15% o número de clientes fixos até o final do ano

  • Específica: estabelece um percentual exato de crescimento desejado

  • Mensurável: ao conhecer a atual carteira de clientes, é fácil mensurar a chegada de novos até o final do ano

  • Atingível: exige um esforço que está ao alcance da empresa

  • Relevante: representa mais receitas e também a estabilidade da empresa no mercado

  • Temporal: não é tão específica ao falar em final do ano, mas pode ser aceito


E aí, curtiu o conteúdo? Me siga nas redes sociais e fique por dentro de mais assuntos com esse


Contato via e-mail: https://www.giroempreendedor.com.br/c…


WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?1=pt_BR&phone=5511947444922


Facebook: Cleber Puerta


Instagram: @cleberpuerta


Instagram: @giro_oficial


Instagram: @giro_empreendedor


YouTube: Giro Empreendedor


Fábrica de Empreendedor: https://fde.fabricadeempreendedor.com.br/treinamento


Método Lucro Online: https://hotm.art/girolucroonline



5 visualizações

Rua Vigínia de Miranda, 309 - Jardim Norma - São Paulo

  • YouTube
  • Facebook ícone social
  • Instagram

Materiais Gratuitos

Contabilidade

Sobre a Giro

Cursos

Desenvolvido por Giro Empreendedor