• Cleber Puerta

Declaração de imposto de renda e auxílio emergencial 2021

Atualizado: Mar 11

O período para declaração de imposto de renda 2021 começou no dia 1º de março até 30 de abril. Este ano há algumas regras para quem recebeu auxílio emergencial em 2020, confira as regras:


O Auxílio Emergencial foi um benefício concedido pelo Governo Federal em 2020 como medida para proteção da economia e oferecer meios de subsistência aos brasileiros durante a crise causada pela pandemia do Coronavírus.

Com isso, no entanto, a Receita Federal informou que alguns beneficiários do Auxílio em 2020 podem ser obrigados a declarar o auxílio recebido no Imposto de Renda em 2021 e até mesmo devolver o dinheiro. De acordo com a Receita Federal, a Lei nº 13.982 estabeleceu o Auxílio Emergencial em 2 de abril de 2020 e previu a obrigatoriedade de devolução.

Art. 2º consta: "§ 2º-B. O beneficiário do auxílio emergencial que receba, no ano-calendário de 2020, outros rendimentos tributáveis em valor superior ao valor da primeira faixa da tabela progressiva anual do Imposto de Renda Pessoa Física fica obrigado a apresentar a Declaração de Ajuste Anual relativa ao exercício de 2021 e deverá acrescentar ao imposto devido o valor do referido auxílio recebido por ele ou por seus dependentes."


Segundo as regras da Receita Federal, devem fazer a declaração do Imposto de Renda aqueles que receberam o auxílio emergencial e outros rendimentos, excluindo o benefício, que tenha superado R $22.847,76. É importante enfatizar que os valores recebidos pelo auxílio não fazem parte dessa soma.

Por outro lado, aqueles que receberam menos que o limite de isenção (de R $22.847,76) não são obrigados a declarar, mesmo que a soma total do benefício e de outros rendimentos ultrapasse esse patamar. Ou seja, a obrigação não é por receber o auxílio emergencial, mas sim por ultrapassar o teto.


Quem recebeu o Auxílio Emergencial o próprio programa irá gerar automaticamente um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) adicional após o envio da declaração de Imposto de Renda 2021.


COMO DECLARAR O AUXÍLIO EMERGENCIAL NO IMPOSTO DE RENDA?

O informe de rendimentos com os valores do auxílio emergencial e da extensão do auxílio recebidos por cada beneficiário está disponível, por CPF, no site https://gov.br/auxilio. Nesse informe, são apresentados os valores recebidos ou devolvidos no ano de 2020.

Na hora da declaração, os valores dos benefícios recebidos (auxílio emergencial e extensão) por titular e eventuais dependentes devem ser informados na área de "Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica" do programa do Imposto de Renda 2021, segundo as orientações do governo federal.


O QUE É IMPOSTO DE RENDA?


Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda - Pessoa Física (DIRPF) é uma obrigação anual de cada contribuinte do imposto, segundo as normas estipuladas pela Receita Federal do Brasil (RFB). O valor é cobrado de acordo com a declaração feita, logo, os cidadãos com o lucro maior pagam mais impostos e os de lucro menor pagam menos impostos.

O Imposto de Renda é uma tributação para organizações e pessoas, desta forma, o IR se divide em duas categorias: Imposto de Rendas para pessoas físicas (IRPF) e Imposto de Renda para pessoas jurídicas (IRPJ).


Gostou desse conteúdo? Não esqueça de compartilhar com os seus amigos. Nos siga nas redes sociais, lá tem conteúdos diários sobre empreendedorismo na prática.



Contato via e-mail: https://www.giroempreendedor.com.br/c…


WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?1=pt_BR&phone=5511947444922


Facebook: Cleber Puerta


Instagram: @cleberpuerta


Instagram: @giro_empreendedor


YouTube: Giro Empreendedor





10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua Vigínia de Miranda, 309 - Jardim Norma - São Paulo

  • YouTube
  • Facebook ícone social
  • Instagram

Materiais Gratuitos

Contabilidade

Sobre a Giro

Cursos

Desenvolvido por Giro Empreendedor